O time CAAC Brasil está disputando a Série C do Campeonato Carioca e se destaca no meio por ser um time muito ligado à religião evangélica.

O nome do time já revela essa ligação: CAAC significa Centro Administrativo Apologético Cristão.

Trata-se de um time formado por uma organização de auxílio a igrejas protestantes do Rio de Janeiro.

Nascido em 2009 para disputar campeonatos entre igrejas, o time chegou hoje ao quarto nível de futebol no Estado do Rio, disputando torneios desde 2017 após se tornar um time profissional.

Ano passado o time ficou em 10º lugar da Série C e este ano galga subir posições ao mesmo tempo que busca levar o evangelho aos gramados.

Para ser um atleta do time, porém, não é obrigatório ser um cristão.

“A pessoa não é obrigada a ter Jesus Cristo no seu coração (para jogar no time), mas ela se coloca à disposição da doutrina no dia a dia.

Não impomos nada a ninguém, mas tem coisas que não permitimos”, declarou o pastor Ricardo Coelho, presidente do time, ao site do Estadão.

Os atletas também são treinados por um pastor, Ilmar de Almeida, que revelou como conseguem mudar o comportamento dos jovens que chegam para jogar no time.

“Às vezes o jovem chega aqui com alguns erros de criação, e tenta machucar o companheiro, ou fala muito palavrão.

Coibimos isso, dando educação do que se deve fazer ou não.

Temos a linha do futebol do Sul, com muito preparo físico, para chegar primeiro na bola nas divididas, não ser desleal, não destratar ninguém e sempre respeitar o adversário, fazendo um jogo limpo”, revelou.

Os líderes do time entendem que podem usar o esporte para ajudar jovens a não entrarem no mundo das drogas e tráfico.

“Com o esporte, acredito que vamos poder dar uma atividade a cada um desses jovens e adolescentes para que eles possam mostrar o talento deles, seja na música, na dança, na cultura ou no esporte mesmo.

E com isso, ensinar disciplina, respeito e obediência, essa é a nossa bandeira”, afirma Coelho.