Duas mulheres foram presas na noite dessa terça-feira (26) suspeitas de terem matado um menino de 3 anos, filho de uma delas, em Nova Marilândia, Mato Grosso.

Davi Gustavo Marques de Souza chegou morto ao Pronto Atendimento da cidade.

A polícia foi acionada depois de os médicos constatarem hematomas no corpo da criança e sinais de maus-tratos.

Imediatamente foram presas a mãe do menino, Luana Marques Ferandes, de 25 anos, e Fabiola Pinheiro Bracelar, de 22 anos.

Fabiola teria levado o menino até o hospital e deixado a criança com os médicos, fugindo do local.

Ela mantém um relacionamento lésbico com a mãe do menino.

As duas foram encontradas pela PM perto da casa onde elas moram, no bairro Planalto.

Quando questionadas sobre a morte da criança, Fabiola negou o crime e a mãe chorou.

Segundo os médicos, Davi tinha diversos hematomas pelo corpo e ao ser levado até a unidade, teriam relatado que ele teve fortes dores no peito e ficou se retorcendo.

Para os médicos, Fabiola disse que ele havia sofrido uma queda de bicicleta, por isso tinha os hematomas pelo corpo e as marcas de ferimentos.

O pequeno Davi, de 3 anos (Foto: Reprodução/Arquivo)